quinta-feira, junho 01, 2006

de tanto escrever a palavra, o meu coração parou.



con toda palabra
con toda sonrisa
con toda mirada
con toda caricia


me acerco al agua
bebiendo tu beso
la luz de tu cara
la luz de tu cuerpo
es ruego el quererte
es canto de mudo
mirada de ciego
secreto desnudo


me entrego a tus brazos
con miedo y con calma
y un ruego en la boca
y un ruego en el alma



[lhasa, con toda palabra].
*fotografia: diário de frida khalo.

2 comentários:

lolita disse...

ah k lindo! tinha uma frase parecida com essa, na altura k vi o filme "de tanto bater o meu coração parou".... de tanto te amar o meu coração gelou.... :P

beijo grande

rita disse...

és linda:)